Guerra no Iraque :  Correio da Manhã The fastest message board... ever.
Washington e Londres lideram a invasão militar de um país soberano com o objectivo de destituir o seu presidente. O CM On-line abre este espaço de debate, para que os leitores possam aqui expressar opinião sobre a primeira grande guerra do novo Milénio. 
Império da Força e Coerção
Enviada por: Nelsonfm ()
Data: 08 de Abril de 2003 às 03:37

O calor do debate colocou muito de nós em posições antagônicas que foram defendidas com firmeza, de acordo com a visão individual dos participantes. Nada mais correto e justo que isto tenha ocorrido. O teor das opiniões aqui depositadas, retratou a visão de mundo e a responsabilidade que caberá a cada um de nós com o porvir a partir da queda de Saddam Hussein.

Este painel foi oportuno no sentido de mostrar, também, nossa relação com as ações que regem a política internacional, suas conseqüências e a nossa contribuição para sua legitimidade.

Em minha intervenção fui bem claro quando afirmei em nenhum momento estar defendendo as atrocidades que “supostamente” estavam sendo atribuídas ao dirigente iraquiano e era o meu entendimento que nada justificaria uma intervenção militar ao seu país sem o consenso e autorização dos organismos internacionais que regem a relação e a coexistência entre as nações. Defendi, a partir daquela intervenção, a necessidade da existência de um instrumento legal que a legitimasse. Inexistindo tal diploma, passei a classifica-la puramente como “agressão criminosa”.

Não me identifiquei como de “direita” ou “esquerda” pois detesto rótulos. Nas intervenções subseqüentes evitei individualizar minhas colocações não agredindo este ou aquele participante face suas preferência. Acredito que isto empobreceria o debate e este não era o meu objetivo, muito pelo contrário, pois só assim se justificaria minha participação como a dos demais membros deste fórum e algo de positivo seria tirado como fruto dessas discussões.

Minha posição contra a agressão desencadeada pelos EUA x RU e sua risível “coalizão” se pautou em vários aspectos percebidos no período que antecediam ao ataque que passarei a discorrer a seguir.

Campanha Ilegítima: sem aprovação pelo Conselho de Segurança da ONU, EUA X RU lançaram-se numa desastrada invasão ao Iraque país soberano e integrante da ONU sem respaldo da maioria da comunidade internacional. Estávamos diante de um crime de graves conseqüências para a população daquele país.

Agressão Covarde: ilegítima por si só, a invasão tornou-se um ato de covardia contra um povo combalido, sem forças, com sua capacidade de defesa comprometida e humilhado por retaliações que vinha sofrendo há doze anos pelas nações invasoras, estas colocaram o que possuem de mais moderno em armamentos para testar contra as forças que se propunham a defender o seu território e sua soberania com flagrante inferioridade ante os invasores.

Violência Cultural: por trás dessa agressão existe a proposta de impor valores alheios às sociedades árabes, afrontando sua cultura, sua história e seus fundamentos religiosos. O Islamismo é uma religião totalitária aonde o poder é concentrado nas mãos dos líderes religiosos e os povos têm o direito de escolher os seus próprios caminhos que o levem a Deus. Ninguém tem o direito de invadi-los e impor nossa famosa “democracia”, cada vez mais violentada por dirigentes inescrupulosos e assassinos.

Riqueza Saqueada: não só de petróleo é rico o Iraque. O país possui imensas reservas de gás natural e outras riquezas minerais ainda inexploradas que agora passarão às mãos dos americanos, num inquestionável ato de piraria internacional em pleno século XXI. A famosa reconstrução do país será realizada por empresas americanas que embolsarão bilhões de dólares sem controle ou fiscalização de nenhum organismo internacional. Lógica interessante esta: invado, ameaço, mato, destruo reconstruo e cubro os meus custos com a invasão.

Inocentes Assassinados: a guerra produz vítimas anônimas de toda sorte. O desespero é desencadeado e nem todos têm capacidade para se defender. A violência passa a reinar em todas as direções. Assisti imagens chocantes e vi fotografias que não me deixaram dúvidas da impropriedade de uma guerra. Jamais poderia me posicionar favorável a sua realização.
Saddam Hussein era um problema para o seu povo? Respeitassem sua autodeterminação como país independente e deixassem que ele resolvesse esta situação. Teria sido menos traumático e, certamente, não perderia nem correria o risco de ter o seu território dividido.

Nenhuma arma de destruição em massa foi e nem será encontrada. Se houvesse este tipo de armamento as autoridades do Iraque já as teriam usado contra os invasores, pois estão encurraladas. O que vier a ser encontrado a partir de agora não há duvida que sua origem será por demais suspeitosa. Agentes da CIA são famosos por seus atos de sabotagem e nada me impede de acreditar que possam colocar produtos dentro do Iraque que levem à opinião pública mundial a acreditar que os invasores estavam certos.

Quer queiram quer não os defensores deste tresloucado ato de agressão, estamos diante de uma nova ordem internacional: um novo sistema de poder mundial foi implantado – O Império da Força e Coerção e o seu principal protagonista são os EUA. Após a queda do Afeganistão e Iraque em tempo record novas conquistas estão por vir e o Governo do Bem vai implantar sua doutrina a todos nós, tanto no campo político como no militar.
Aqui na América já temos a ALCA a nos atemorizar, já que seremos transformados em quintal dos EUA novamente. Os EUA não admitem discutir nem negociar nenhum dos seus pontos, totalmente desfavoráveis às economias e ao desenvolvimento dos países da região..

Entristece-me de certa forma a visão curta que alguns membros deste fórum tem que não lhe permitem enxergar que o Iraque não representava nenhuma ameaça internacional nem tampouco havia demonstrações por parte dos iraquianos da necessidade de ver o seu governo derrubado nem o seu país invadindo, com graves perdas para o seu povo. Àqueles que defendem ardorosamente a política americana e sua acumulada riqueza, saibam que esta prática imperialista e colonialista é que os tornaram tão ricos.

Parece-me que muitos só viram falar do Iraque e do Oriente Médio a partir do momento que se avizinhou uma possibilidade de guerra. É pouco provável que alguns dos que defendem ardorosamente a política americana de invasão tenham conhecimento que este quadro já estava há muito delineado pela necessidade que tem os EUA de exercer alguma influência naquela região. O Iraque foi escolhido, coitado, como bomba de canhão. Estava fraco, seu líder desmoralizado internacionalmente face ao embargo que lhe era imposto. Sem condições bélicas de reação – causaria poucos danos aos invasores -, optou-se por sua destruição como nação e país livre.

Uma guerra que foi idealizada e arquitetada há tanto tempo. Uma guerra que tem por único objetivo estabeler a hegemonia americana ao redor do mundo. Escolheram o Iraque e estão perguntado "- Quem será o próximo?" Uma guerra que resgata novamente o prestígio americano tão abalado com a derrota do Vietnam. Como podem pessoas em sã consciência não imaginar que o único culpado dos atentados de 11 de setembro são os próprios americanos que, com sua política suicida de querer impor às nações do mundo inteiro suas regras sem nenhuma possibilidade de contestação, conquistam uma legião de inimigos?

Os árabes são povos de tradições milenares e têm em sua trajetória intensas lutas desencadeadas ao longo de tantos séculos. Guerras de conquistas, libertação, saques fazem parte da história daqueles povos. Acham, por acaso, que eles vão viver eternamente sofrendo as humilhações da parte de Israel, cujas atrocidades são sustentadas pelos americanos? Não tenham dúvidas: muitos 11 de setembro ainda estão porvir, enquanto permanecer esta politica de dominação capitaneada pelos EUA e seus admiradores.
Cordiais Saudações




AssuntoVisitasEscrito porEnviada
Império da Força e Coerção619 Nelsonfm 2003/04/08 às 03:37
Re: Império da Força e Coerção 345 Sam 2003/04/08 às 06:25
Re: Império da Força e Coerção 312 nippodenso 2003/04/08 às 02:52
Re: Império da Força e Coerção 516 nippodenso 2003/04/08 às 03:50
Re: Império da Força e Coerção 307 Zabu 2003/04/08 às 06:03
Re: Império da Força e Coerção 387 Zabu 2003/04/08 às 07:07


Array
Apenas os utilizadores registados podem enviar mensagens para este fórum.
Utilizadores ligados

Visitantes: 8

Máximo de utilizadores: 3 em 07 de Agosto de 2014
Máximo de visitantes: 311 em 29 de Outubro de 2013
This forum powered by Phorum.